fbpx

Fundos de previdência

Compartilhe esse post

Os Fundos de Previdência é uma maneira de se aposentar de uma forma mais confortável, e manter o seu padrão de vida. Com a Reforma da Previdência, esse tipo de investimento ficou cada vez mais popular no Brasil. No fim das contas, o receio de não conseguir se aposentar por meio dos programas do governo aumentou.

As pessoas que se aposentam e dependem somente do INSS, sentem muito a redução da renda. Isso se deve porque o teto da previdência social geralmente é bem abaixo do que a maioria das pessoas recebe, o que faz com que elas não consigam manter o seu padrão de vida.

O que é um fundo de previdência?

É um investimento de longo prazo, focado na aposentadoria dos cotistas. A intenção é que o cotista faça aportes ao fundo, para que o valor acumule, renda e seja usado na aposentadoria. A periodicidade desses aportes depende da política do fundo.

Existem fundos que os aportes são periódicos, mas também existem fundos com aporte único. Esses fundos são administrados e distribuídos por instituições privadas, como as corretoras de investimentos, seguradoras e bancos.

Funcionam em duas etapas:

A primeira fase é de acumulação, é o período que você está aportando capital. Quanto maiores os aportes e o tempo de acumulação, maior será o valor do seu benefício de aposentadoria no futuro. Neste período, o seu dinheiro renderá a partir da estratégia do fundo, que alocará seu patrimônio em diferentes títulos e produtos de modo a otimizar os seus rendimentos.

Já a segunda fase, a de usufruto, é quando o seu patrimônio já foi acumulado e você pode utilizar o dinheiro. Nessa fase, dependendo da política do fundo, você pode ter três opções para usufruir do seu dinheiro: saque único, receber parcelas mensais ou receber parcelas periódicas. Por ser um investimento a longo prazo, o prazo médio de acumulação recomendado costuma ser de 6 para mais de 10 anos.

No momento da contratação, você pode escolher entre PGBL ou VGBL. A principal diferença entre PGBL e VGBL é o tratamento tributário e a forma como o investimento é declarado no Imposto de Renda.

O PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) tem a possibilidade do benefício fiscal, com dedução de até 12% na renda bruta mensal declarada. Ou seja, você tem a possibilidade de pagar menos em tributos. O VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre) não tem essa possibilidade de dedução, porém a tributação do valor declarável incide somente sobre os seus rendimentos, e não sobre o valor total do investimento. O PGBL é indicado para os investidores que fazem a declaração do Imposto de Renda utilizando o modelo completo. Enquanto o VGBL é indicado para as declarações no modelo simplificado.

Quer saber mais? Leia o nosso artigo sobre Previdência Privada!

No momento da contratação do seu fundo de previdência, seja ele PGBL ou VGBL, você tem a opção de escolher entre dois modelos de tributação: o progressivo e o regressivo. Na tabela progressiva, a alíquota de tributação do Imposto de Renda aumenta conforme os seus ganhos mensais aumentam. Ou seja, quanto mais se ganha, mais se paga.

A tabela progressiva é indicada para os investidores que têm a intenção de somente complementar a renda com o fundo de previdência. Já a tabela regressiva é mais indicada para os investidores que querem deixar o patrimônio no fundo por um longo prazo, que seja acima de 10 anos.

Existem fundos de previdência para todos os tipos de perfis de investidores, do conservador ao arrojado. A diferença aqui são os ativos, tipos de produtos e a quantidade de investimento por categoria. Os fundos de previdência de renda fixa são indicados para os conservadores e moderados, enquanto os de renda variável são voltados para perfis mais arrojados.

A rentabilidade está ligada aos custos da aplicação, quanto mais altas as taxas, menor será o valor que o seu patrimônio renderá. Os custos para esse fundo são a taxa de carregamento, taxa de resgate, taxa de administração e taxa de performance.

Faça o seu Planejamento financeiro com a UPlanner, além de contar com uma equipe de especialistas, você receberá acesso ao nosso App para organizar as suas Finanças pessoais e cuidar dos seus investimentos.

Voltar a página inicial

Leia também

UPlanner na mídia
UPlanner

Podcast: Empodera elas

Podcast: Empodera elas especial dia das mães! A Nossa querida COO Maria Fernanda, participou do podcast do “Empodera elas” especial dia das mães, para falar

Investimentos
Fernanda Veiga

Fundo de Renda Fixa

Os fundos de renda fixa geralmente tem as carteiras necessitam ter pelo menos 80% do patrimônio aplicado em ativos ligados à variação da taxa de

Redes sociais

Copyright © 2021 . Uplanner

Baixe nosso app

Receba nossas novidades!