fbpx

O que é um consultor de investimentos?

Compartilhe esse post

O consultor de investimentos é um profissional graduado e certificado pela CVM — Comissão de Valores Mobiliários. A regulamentação desse profissional está prevista na Instrução CVM 592, lançada no dia 17 de novembro de 2017.

A sua atuação é independente e personalizada, ele não pode ser contratado por nenhuma corretora ou instituição financeira e suas indicações de produtos devem ter um único critério: os objetivos e metas financeiras dos clientes.

O que um consultor de investimentos faz?

O consultor tem como principal função a recomendação, suporte e aconselhamento de investimentos que estejam alinhados aos objetivos e perfil dos clientes.

Esse profissional pode oferecer produtos, porém, cabe ao cliente decidir se aceitará as sugestões.

O consultor tem a meta de proteger o seu cliente de armadilhas do mercado financeiro, de evitar que ele gaste mais por produtos que tendem a ter performances ruins e a alcançar, ou até mesmo superar os seus objetivos de curto, médio e longo prazo.

Qual a diferença de um Assessor e consultor?

O agente autônomo de investimentos é o profissional que possui atividades comerciais, e não de orientação e recomendação como o consultor de investimentos.

Eles devem ser contratados por corretoras, para que eles distribuam os produtos de investimentos dessas corretoras aos clientes. Esse profissional é proibido de atuar na recomendação de carteiras, no aconselhamento ou na definição de perfis. Ele somente pode informar sobre os ativos disponíveis e sobre as recomendações do time de analistas da corretora.

A remuneração dos agentes autônomos é baseada em metas e comissões, isso significa que o cliente não tem como saber se os produtos ofertados estão realmente alinhados com os seus objetivos. Como produtos diferentes oferecem comissões diferentes, a corretora e o agente entram em um conflito de interesses.

Como um consultor é remunerado?

A remuneração do consultor de investimentos pode ser feita de diferentes formas. O mais importante de entender é que ele não recebe comissões pelas indicações.

  • Remuneração Fixa: valores fixos a serem pagos mensalmente, ou em um período acordado entre as partes.
  • Percentual acordado: cobrança de um percentual em relação ao patrimônio investido, seja qual for o produto financeiro no qual você vai investir.

Ao utilizar esse sistema de remuneração, nós conseguimos garantir que o nosso único objetivo será encontrar a melhor relação entre risco e retorno para os seus investimentos, porque não estamos expostos a qualquer tipo de conflito.

Faça o seu Planejamento financeiro com a UPlanner, além de contar com uma equipe de especialistas, você receberá acesso ao nosso App para organizar as suas Finanças pessoais e cuidar dos seus investimentos.

Voltar a página inicial

Leia também

Investimentos
Fernanda Veiga

Fundo de dívida externa

O que é? E como funciona? O fundo de dívida externa é um fundo da categoria de renda fixa, e tem como critério investir no

Investimentos
Fernanda Veiga

Fundo de ações

Você sabe como funciona um Fundo de Ações? Escolher investir em fundos de ações é um jeito mais simples de apostar na bolsa de valores,

Redes sociais

Copyright © 2021 . Uplanner

Baixe nosso app

Receba nossas novidades!