fbpx

Investimentos: como escolher de acordo com os seus objetivos?

Compartilhe esse post

Falar de investimentos e querer investir não quer dizer apenas fazer aplicações com o seu dinheiro e ficar na espera pelos ganhos futuros. Para entender como chegar no mais adequado para você, o mais importante é conhecer onde queremos chegar e quais são nossos objetivos.

Com isso, conseguimos fazer aportes que vão de encontro às nossas expectativas e, consequentemente, obtendo os resultados que esperamos.

 É muito importante ter metas e objetivos realistas, assim fica mais fácil fazer escolhas e criar uma estratégia de investimentos consolidada. Nesse caso, o desempenho do investimento será medido com base nos seus objetivos alcançados, e não apenas pela rentabilidade dessa aplicação. Sendo assim, uma vantagem dessa estratégia é a maior assertividade da carteira.

Além disso, conseguimos ter uma visão global da sua vida financeira e dos seus propósitos pessoais. Devemos sempre ter em mente que, o prazo de vencimento das nossas aplicações financeiras devem estar alinhados com o período de realização dos nossos sonhos e objetivos!

Para começar, devemos ficar atentos aos detalhes de cada ativo financeiro em questão. A falta de uma análise mais profunda no momento da escolha de um investimento pode acarretar frustração e prejuízos no futuro.

Aqui estão alguns tópicos que devemos analisar antes de aplicar em qualquer investimento:

Perfil do investidor: é um dos principais elementos considerados antes de decidir quais são os investimentos certos para você. Procure conhecer a sua situação financeira, saber que riscos está disposto a correr e o que deseja com seus investimentos. Você é conservador, moderado ou arrojado?

Prazo do investimento: existem investimentos de curto, médio e longo prazo, a maioria de renda fixa. Os de curto prazo podem ser usados para compor a reserva de emergência, por exemplo, já que ela precisa de liquidez imediata. Para independência financeira, normalmente os investimentos são de longo prazo.

Riscos: podem ser risco de liquidez, mercado e crédito. O de liquidez significa que se você precisar tirar o dinheiro antes do tempo, será cobrado taxas que comerão a rentabilidade ou ele ficará preso até completar o período de resgate. Risco de mercado se dá porque não conseguimos ter uma previsão do que acontecerá no mercado futuramente, sendo totalmente incerto. O risco de crédito nada mais é se a instituição falir.

Rentabilidade: a rentabilidade pode variar de acordo com a situação econômica do país, histórico do investimento, modalidade aplicada, taxas cobradas, e afins.

Faça o seu Planejamento financeiro com a UPlanner, além de contar com uma equipe de especialistas, você receberá acesso ao nosso App para organizar as suas Finanças pessoais e cuidar dos seus investimentos.

Voltar a página inicial

Leia também

UPlanner na mídia
UPlanner

Podcast: Empodera elas

Podcast: Empodera elas especial dia das mães! A Nossa querida COO Maria Fernanda, participou do podcast do “Empodera elas” especial dia das mães, para falar

Investimentos
Fernanda Veiga

Fundo de Renda Fixa

Os fundos de renda fixa geralmente tem as carteiras necessitam ter pelo menos 80% do patrimônio aplicado em ativos ligados à variação da taxa de

Redes sociais

Copyright © 2021 . Uplanner

Baixe nosso app

Receba nossas novidades!