fbpx

Como negociar suas dívidas?

Compartilhe esse post

Qual é o melhor momento para negociar e quitar as suas dívidas?

Você pode não saber disso, mas sim, de fato existe um momento perfeito para você negociar e/ou quitar de vez as suas dívidas! Na maioria das vezes não pensamos nisso, afinal só o fato de ter uma dívida faz com que pensemos apenas em liquidar ela, não é?

Se sim, que bom que você está lendo esse artigo!

Não podemos esquecer de parar, analisar e entender a dívida em si, e quais são as melhores condições de negociação.

Talvez, nesse exato momento, você pode estar no momento correto de quitar aquela dívida que tanto incomoda e conseguir ter uma vida mais tranquila e leve. Mas, vamos com calma, não tome nenhuma decisão antes de saber pontualmente qual é a sua situação financeira atual.

Como saber qual é o melhor momento?

Em tese, quanto antes quitarmos uma dívida, melhor! Com isso temos menos impacto de juros, menores riscos envolvidos, menor possibilidade do seu nome ir para o SPC e SERASA.

Contudo, sem desespero! Se isso acontecer, você pode acabar se precipitando e assumindo um contrato que você não terá condições de pagar. Ou mesmo sem as melhores condições.

“Tudo o que envolver dinheiro, precisa ser muito bem pensado antes de você tomar qualquer decisão”.

Não sabe por onde começar? Um bom começo é responder a pergunta a seguir: “Vou conseguir honrar esse compromisso agora?”.

Depois de responder essa pergunta, você deve levar em consideração:
  • Qual é o valor atual da sua dívida?
  • Quanto você está recebendo de entradas de dinheiro por mês? (Salário, pró-labore, renda extra, pensão…)
  • Quanto você está gastando com as despesas no mês?
  • Está ajudando algum familiar desempregado ou tem gastos com dependentes? Isso leva você a arcar com mais despesas por conta própria, tendo que pagar elas sozinho.

Mas, tudo isso não quer dizer que você vai adiar e ir empurrando com a barriga até esperar o momento ideal chegar. Ele pode nunca chegar, e os juros vão virando uma bola de neve.

Quais são as possibilidades para quitar a minha dívida?

Outro erro que vemos muito é negociar a dívida por impulso, antes de saber ao certo se essas são realmente as melhores condições para liquidar com essa dívida.

Geralmente, optar por dar um valor de entrada, parcelar em menos vezes do que estava, ou até mesmo pagar ela à vista pode ser a melhor opção no seu caso, mas você acaba optando por outro jeito por não ter conhecimento de todas as possibilidades disponíveis.

De início, saiba ao certo o valor atual total da sua dívida, já somando as multas e os juros aplicados. Já adiantando, talvez você se assuste com o valor final, dependendo do tempo que você já possui nessa dívida ativa. Mas, a boa notícia é que existem meios de liquidar essa dívida.

Depois de entender o valor total atual, não importa qual seja o meio de negociação (telefone, online, direto no banco com o gerente, por aplicativo…), saiba quais são todas as formas que a empresa está disponibilizando para você quitar essa dívida.

A partir dessas possibilidades, faça as contas e identifique qual opção fica melhor em relação a:

  • Cabe no meu orçamento mensal?
  • Essa opção é o menor valor de pagamento possível?
E qual é a melhor data para o vencimento das minhas parcelas?

Um bom negócio é quando as duas partes saem ganhando, não apenas uma delas! E um dos jeitos de fazer isso é definindo a data ideal para o vencimento das parcelas (ela deve estar alinhada com as suas finanças, por exemplo logo após o dia que cair o seu salário em conta).

Se o banco sugerir que o pagamento seja feito em até 5 dias úteis depois da data acordada para fazer o primeiro pagamento da parcela, pare e analise se essa data fica boa para você. Não deixe de verificar se as datas dos próximos meses ficarão boas para você conseguir honrar com esse contrato! Se a data de pagamento ficou para o dia 05, por exemplo, essa mesma data provavelmente será usada nas próximas parcelas também.

Dica da UPlanner!

Opte por uma data de vencimento no dia ou um pouco depois de você receber o seu salário no mês. Com isso, essa parcela da dívida será priorizada quando você for fazer o pagamento.

O que pode acontecer se você deixar de pagar as parcelas?

Antes de tomar qualquer atitude, entenda o que pode acontecer se você não conseguir fazer os pagamentos. Claro que esse não é o objetivo, mas pode acontecer, nunca se sabe. Infelizmente imprevistos acontecem, e precisamos entender o que pode acontecer.

Então vamos lá, você deve saber: em quanto tempo o contrato pode ser quebrado se não houver pagamento e em quanto tempo o seu nome irá retornar para o SPC. Com isso, se você atrasar algum pagamento, você saberá ao certo quanto tempo ainda sobra para quitar essas parcelas em atraso sem ocorrer prejuízos para as duas partes.

Aproveite para tirar todas as suas dúvidas!

E não se esqueça que um contrato é um compromisso. Contratos quebrados vão gerar complicações na sua vida, inclusive perder dinheiro e noites de sono bem dormidas.

Vamos nos fazer algumas perguntas antes de tomar qualquer atitude:

Estou desempregado?

Fazer uso da rescisão ou o FGTS pode sim ser uma ótima opção quando falamos em negociar e quitar dívidas. Porém, analise com calma se você irá conseguir se manter no mês a mês sem essa quantia de dinheiro.

No caso de comprometer muito o seu orçamento mensal, então é melhor esperar mais um pouco até você se organizar para conseguir honrar com os pagamentos. Não adianta quitar uma dívida e fazer outra ao mesmo tempo!

Isso irá depender de diversos fatores, como por exemplo, se você irá receber seguro desemprego, se você ajuda nas contas da casa (e quanto?), se você tem mais fontes de renda (renda extra ajuda muito), se você já está com outra vaga de emprego em vista ou não chegou nem perto disso, entre outros fatores…

Se você analisar tudo isso, e constatar que está tranquilo em relação as contas da casa e consegue arcar com o pagamento das parcelas (ou valor total negociado), foque na quitação da dívida e a torne uma prioridade no seu mês!

É melhor fazer o pagamento à vista ou parcelado?

Sabemos que se você conseguir quitar suas dívidas à vista, normalmente é uma vantagem enorme, já que os juros ficam menores também existe a possibilidade de descontos mais interessantes. Porém, se você viu que não consegue fazer essa quitação à vista, opte por uma situação que esteja dentro da do seu padrão de vida financeiro.

Dependendo, às vezes é mais vantajoso negociar e pagar parcelado do que esperar juntar o valor inteiro para conseguir fazer o pagamento à vista.

Devo esperar ser notificado para fazer a negociação?

Se você ainda não está com o nome no SERASA, mas possui dívidas em atraso, NÃO fique esperando o seu nome ficar sujo para ver as opções para quitar essa dívida! Entenda que você não deve estar com o nome sujo primeiro para depois ir atrás da negociação.

Sempre seja sincero e entre em contato com as empresas que detém as dívidas, conte para eles qual é a sua situação e não deixe que isso se prolongue por muito tempo.

Conseguimos ver que o momento ideal para você conseguir pagar as suas dívidas, e é justamente aquele em que você sabe que vai conseguir arcar com os pagamentos! Isso sem comprometer o seu orçamento mensal, só não esqueça que o ideal é quitar o quanto antes.

Não fique no aguardo de ser notificado, na maioria das vezes, o quanto antes você optar por quitar uma ou mais dívidas, melhores serão as condições oferecidas para isso.

Faça o seu Planejamento financeiro com a UPlanner, além de contar com uma equipe de especialistas, você receberá acesso ao nosso App para organizar as suas Finanças pessoais e cuidar dos seus investimentos.

Voltar a página inicial

Leia também

Insights
Fernanda Loize

Por que manter a constância?

Falar sobre manter a constância, pode parecer conversa de coach, ainda mais por ser um assunto bem em alta nos últimos tempos. Mas se pararmos

Finanças Pessoais
Fernanda Loize

A psicologia do dinheiro

E aí vai uma indicação de leitura da UPlanner! O livro “A psicologia do dinheiro” foi escrito por Dan Ariely que é professor de psicologia

Redes sociais

Copyright © 2021 . Uplanner

Baixe nosso app

Receba nossas novidades!